História da Quiroprática

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Preambulo

Nos últimos cem anos, esta profissão venceu muitos obstáculos para emergir como uma força maior no âmbito dos cuidados de saúde. Atualmente, a quiroprática é a segunda maior profissão de cuidados de saúde nos Estados Unidos e na vanguarda dos cuidados de saúde no mundo. O sucesso da quiroprática deve-se ao envolvimento dos quiropráticos como a Drª. Céline Martin, o Dr. Neil Marco Violante e os seus pacientes que contribuem para mudar o modo como a sociedade encara os cuidados de saúde.

De certo modo, os quiropráticos lideram uma revolução no domínio da saúde holística ao insistirem para que os pacientes se focalizem na prevenção em vez de simplesmente camuflarem os sintomas com medicamentos. Desde o seu início que a profissão quiroprática preconizou uma abordagem orientada para o bem-estar. Esta abordagem assenta no indivíduo na sua globalidade em vez de considerar os sintomas e as feridas isoladamente. Sobretudo a quiroprática enfatiza a importância de uma estratégia conjunta de prevenção, uma estratégia que incorpora a alimentação, o exercício e a redução de stress.

A quiroprática difere das outras opções de cuidados de saúde não apenas pela sua postura mas porque se concentra na saúde da coluna vertebral. Mais precisamente, os quiropráticos detetam os pontos disfuncionais da coluna vertebral chamados subluxações vertebrais e que são associados a uma multiplicidade de desordens como dores de cabeça, dores de costas e artrose. Os quiropráticos restabelecem o movimento e o alinhamento desses pontos com manobras suaves e eficazes chamadas ajustamentos quiropráticos.

Ainda que milhões de pacientes usufruam da revolução dos cuidados de saúde quiropráticos, muito poucos conhecem as pessoas que estão envolvidas e os eventos que deram origem e desencadearam o nascimento da quiroprática. Os Dr. Neil Marco Violante e Drª Céline Martin apostam no sentido de que os seus pacientes se familiarizem com a rica história da quiroprática.

Continue a sua leitura e não hesite em questionar a Drª Céline Martin e o Dr. Neil Marco Violante acerca de mais informações sobre matérias mais do seu interesse.

 

A Quiroprática: Arte ancestral do restabelecimento da saúde

Apesar da profissão se ter estabelecido há mais de 115 anos, a prática da quiroprática como a conhecemos hoje, foi criada na Antiguidade. Encontram-se desde esses longínquos anos algumas referências que nos relatam os ajustamentos vertebrais que remontam à Antiguidade.

  • · Os primeiros documentos escritos relativos às manipulações vertebrais (ajustamentos) têm origem na China (kong Fu Documents) e estão datados de 2700 a.c.
  • · Em 1500 a.c. encontram-se antigos documentos escritos em grego, relativos aos benefícios dos ajustamentos vertebrais.
  • · Os índios americanos, assim como os Incas da América do Sul, utilizaram os ajustamentos vertebrais como ajudas poderosas para a cura.
  • · Hipócrates, o “pai da medicina moderna”, referia que as manipulações vertebrais consistiam numa parte essencial do restabelecimento da saúde. De facto, Hipócrates, escreveu dois livros sobre o assunto: “ Manipulation and Importance of Good Health and Setting Joints by Leverage”
  • · Claudius Galien, um outro médico da Grécia ancestral praticava igualmente a manipulação vertebral. Ele definitivamente curou a paralisia do eminente Eudemus através dum ajustamento vertebral.

Nascimento da Quiroprática moderna

A moderna profissão da quiroprática foi fundada pelo Dr. Daniel David Palmer (D.D). O Dr. Palmer foi um auto didata que professou diversos ofícios: ensino, apicultura e comerciante antes de se aperceber que os cuidados de saúde naturais eram a sua vocação. Antes de mais, o Dr. Palmer foi atraído pela prática da cura magnética, uma técnica sem medicamentos tradicionais no virar do séc. XIX. Todavia, a 18 de setembro de 1895, o Dr. Palmer descobre o segredo do bem estar que alterou de maneira determinante a conceção dos cuidados de saúde.

Executou o primeiro ajustamento quiroprático moderno quando, Harvey Lillard, um seu vizinho que trabalhava no mesmo edifício que o Dr. Palmer, recebeu o seu primeiro ajustamento quiroprático. Lillard sofria desde os 17 anos de problemas de audição e de dores nas costas. Lillard explicou ao Dr. Palmer que estas duas afeções apareceram após ter sido obrigado a baixar-se para passar por debaixo de umas escadas. Dr. Palmer examinou-lhe a coluna vertebral e detetou uma protuberância na coluna. O Dr. Palmer colocou a hipótese de que a protuberância tivesse origem num desalinhamento de uma vértebra, condição que um quiroprático de hoje define como uma subluxação vertebral. O Dr. Palmer presumiu que o desalinhamento era a causa das dores das costas e também afetava os nervos que emergiam da coluna vertebral até ao aparelho auditivo, o que iria explicar os problemas de audição. Para corrigir este desalinhamento, o Dr. Palmer aplicou as mãos sobre a coluna vertebral de Lillard e exerceu uma pressão viva sobre a protuberância. Foi o primeiro ajustamento, tendo aliviado a dor crónica de Lillard. Posteriormente Lillard constatou uma melhoria na audição. 

Perguntamos muitas vezes aos quiropráticos o que designa o termo “quiroprática”. Este termo foi criado por um ministro de culto, Rev. Samuel Weed, que foi paciente do Dr. Palmer. Este termo “quiroprático” tem origem nas palavras gregas “Cheiros” (mãos) e “Praktos” (feito com). “Quiroprática”, quer dizer então “feito com as mãos”.


Fundação das escolas quiropráticas

Em 1904, o Dr. Palmer fundou a primeira escola quiroprática em Davenport, no estado de Iowa, Estados Unidos da América. O filho do Dr. Palmer, Bartlett J. Palmer tornou-se rapidamente presidente e deu um forte impulso à escola que passou em 1906 de 24, para 3100 estudantes em 1923. O Dr. Bartlett Palmer era um ardente defensor quiroprático e contribuiu largamente para o desenvolvimento desta única abordagem de cuidados de saúde centrada no bem-estar. Mais tarde, vários estudantes estabeleceram outras escolas quiropráticas através dos Estados Unidos da América. Hoje em dia, existem universidades quiropráticas em todos os continentes do mundo.

  


Estabelecimento sólido da quiroprática no mundo dos cuidados de saúde

Desde os primórdios da profissão, os quiropráticos debatem-se diligentemente para a obter a aceitação jurídica e política; alguns foram feitos prisioneiros na sequência dos seus compromissos. Em 1913 o Kansas foi o primeiro estado da E.U.A. a atribuir licenças de prática aos quiropráticos. Hoje, a profissão quiroprática é legalmente reconhecida em todos os estados americanos e em 39 países através do mundo. Outras decisões têm contribuído para o reconhecimento da quiroprática como uma opção de cuidados de saúde, distinta da medicina.

Em 1987, atingiu-se uma solução excecional, que implicou uma intervenção relativamente à quiroprática, após 11 anos de ações legais. Uma ação interposta por quatro quiropráticos contra a Associação Médica Americana (AMA) visando a eliminação dos prejuízos causados à quiroprática pela profissão médica. Um juiz do Tribunal da Relação deliberou que AMA havia conduzido com sucesso um longo boicote, sistemático e ilegal, no qual punha em evidência a eficácia quiroprática, reduzindo os programas das seguradoras para os pacientes quiropráticos e criando um monopólio que impedia a cooperação entre os médicos e os quiropráticos. Depois desta vitória pela ação judicial, os médicos puderam recomendar aos seus pacientes os métodos quiropráticos. De acordo com estudos recentes, a maior parte dos médicos recomenda aos seus pacientes tratamentos quiropráticos.

 

  

 

A escolha por uma opção em cuidados de saúde torna-se uma decisão importante

Quando o Dr. Palmer estabeleceu a Arte, a Ciência e a Filosofia da quiroprática, há mais de 100 anos, a maior parte dos pacientes considerava a quiroprática, como uma opção diferente da medicina tradicional - algo a tentar como consequência da ineficácia dos medicamentos e da cirurgia. Hoje, cada vez mais, as pessoas escolhem a quiroprática como primeira estratégia para obter uma saúde ótima. Esta metamorfose transformou-se de uma abordagem marginal, numa solução comprovada no mundo da saúde. Vários fatores explicam esta transformação. Primeiro, os pacientes têm compartilhado com os seus amigos e as suas famílias, as suas experiências quiropráticas e confirmam e testemunham resultados muito positivos. Com efeito, de acordo com uma sondagem Gallup, 90% dos pacientes quiropráticos acreditam na eficácia dos cuidados quiropráticos.

 

Quiroprática: uma história rica, um futuro promissor

Os quiropráticos de hoje sentem orgulho da sua rica herança e esforçam-se por honrar os pioneiros da sua profissão, informando as pessoas da sua comunidade desta arte única de cuidados de saúde e cura. Apesar de tudo, é de realçar que Hipócrates, médico da Grécia antiga, foi o primeiro a incentivar as curas através da “importância efetiva de conhecer a natureza da coluna vertebral, pois numerosas anomalias e doenças, provêm do seu estado defeituoso”.

Ver também:

A quiroprática em pormenor

 

 

 
Navegação: Home Quiroprática A História da Quiroprática