SAÚDE MENTAL E EMOCIONAL

Os quiropráticos são especialistas do sistema nervoso e têm como objetivo libertá-lo de qualquer que seja a interferência que possa impedir a transmissão nervosa entre o cérebro e o restante corpo, ou seja os músculos, órgãos, tecidos e células.

Essas interferências podem ser de origem física, bioquímica ou mental-emocional. Em casos extremos onde são necessárias intervenções cirúrgicas ou tratamentos invasivos para certas doenças, o paciente é recomendado para um colega especialista na área de intervenção.

Na maioria dos casos, os pacientes que nos consultam estão em situações agudas ou crónicas, onde ainda podemos recorrer a métodos conservadores para resolver a maioria das queixas ou mazelas. Por vezes, para ser possível ajudar os nossos pacientes com desafios de saúde mais complexos, necessitamos de adquirir novas técnicas e métodos para chegarmos ao objetivo principal pretendido: o de trazer saúde máxima aqueles que nos procuram.

Sabemos, por ser verdade em teoria, mas também pelos 30 anos de experiência clínica, que 30% dos nossos pacientes encontram-se com problemas de saúde físicos por causas de origem psicossomáticas, ou seja, condições provocadas por alterações emocionais.

Os sintomas mais comuns associados a transtornos emocionais são dores musculares ou articulares persistentes, disfunções digestivas, dificuldade na respiração, tensão ou irritação na garganta, alterações cardiovasculares, irritações na pele e perturbações do sistema nervoso tais como a ansiedade, a depressão e a insónia. Existem hoje vários estudos, que relacionam as doenças cancerígenas a comportamentos de stress emocionais crónicos.

O stress pode ser benéfico ou prejudicial e o que diferencia um do outro é a interpretação que fazemos dos desafios que nos são apresentados no dia-a-dia. A maioria de nós foi educado para ter uma visão polarizada do mundo, ou seja, interpretar as situações da vida como sendo boas ou más, sem ter em conta a outra parte.

O que dá origem à emoção é a polarização mental, ou seja, o julgamento. Esse desequilíbrio mental será interpretado pelo cérebro como sendo algo de benéfico ou prejudicial, criando alterações bioquímicas e fisiológicas e dando origem a sintomas e doenças. Consequentemente, nascem as crenças, umas mais favoráveis e outras menos, programas subconscientes que controlam as nossas decisões e ações!

A intervenção do Dr. Neil Violante como consultor em comportamento humano e facilitador do método Demartini, é de orientar os seus pacientes/clientes a chegarem à consciencialização que tudo na vida tem o seu lado positivo e negativo.

Através desse conceito, o Dr. Neil dedica-se a ensinar, a quem o procura, métodos que trarão uma resolução aos desafios não só físicos, mas também mentais-emocionais, para que o paciente/cliente possa experienciar uma correção da causa do seu desafio de saúde, munido de ferramentas que poderá utilizar ao longo da vida.

Se procura mais sabedoria na área do comportamento humano, deseja aperfeiçoar os seus talentos de comunicação e tornar-se mestre da sua vida em vez de ser prisoneiro do seu passado, participe num dos eventos lecionados pelo Dr. Neil Violante.

Para mais informação contacte-nos e inscreva-se nos nossos Workshops de saúde:

https://bit.ly/libertar_gigante_interior

https://bit.ly/Hierarquia_valores

EQUILÍBRIO MENTAL E QUIROPRÁTICA

Stress? Ansiedade? Depressão?

A saúde tem três componentes fundamentais: física, bioquímica e mental/emocional/espiritual. A saúde é altamente complexa, vem de dentro e só é possível quando estas componentes estão equilibradas e a funcionar no máximo das suas capacidades. No momento em que fugimos desse equilíbrio, o corpo começa a enfraquecer e a pessoa adoece.

As três componentes da saúde (física, mental e bioquímica) afetam-se umas às outras. É por isso que a postura também pode mudar a nossa forma de pensar. Como? Através das interferências nervosas.

O cérebro, a medula espinhal e os nervos espinhais formam o sistema nervoso: sistema mestre que controla todas as funções no nosso organismo, transmitindo a corrente elétrica, essencial à vida, a todos os órgãos do corpo humano.

É comum, no percurso da vida, vários stresses como as quedas, as más posturas, os movimentos repetitivos no trabalho, os traumas no desporto, os acidentes automóveis, os pensamentos desequilibrados, uma dieta desequilibrada ou a falta de descanso. Tudo isto provoca interferências nervosas na coluna, as chamadas subluxações vertebrais.  

Se não são corrigidas, as subluxações vertebrais podem causar tensões musculares, fadiga, irritação, falta de concentração, baixa energia, desequilíbrios emocionais ou stress, podendo dar origem à ansiedade ou depressão.

Por exemplo, se tivesse uma pedra no sapato e não conseguisse tirá-la, como iria sentir-se? A pedra criaria irritação na pele e até poderia causar uma ferida. Além disso, ficaria irritado, chateado e com falta de concentração e paciência. A pedra no sapato é equivalente à subluxação vertebral no nosso sistema nervoso e o trabalho dos quiropráticos é retirá-la, ajudando o paciente a ter uma melhor função nervosa, a relaxar e a atingir um melhor equilíbrio emocional.

No Centro Quiroprático Nova Vida, o exame quiroprático ajuda a identificar essas subluxações e a compreender se elas estão relacionadas com alguma alteração emocional no paciente.

Após um exame quiroprático da coluna vertebral, assim como um estudo biomecânico das radiografias, o quiroprático consegue identificar os pontos de interferências nervosas e planear um programa de correção para eliminá-las e eliminar a dor de forma permanente. A formação universitária do quiroprático, muito idêntica à do médico, permite-lhe distinguir a origem do sintoma e recomendar o paciente, caso possa existir outra causa para esses sinais irregulares transmitidos pelo corpo.

Se um destes sintomas faz parte do seu dia a dia, não hesite! Marque uma consulta no nosso Centro e perceba melhor como a quiroprática pode ajudá-lo!

Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

TENDINITES E BURSITES

Tendinites? Bursites?

Cada vez mais, milhares de pessoas vêem-se afetadas por tendinites e bursites devido à sua profissão ou desporto, sendo uma das principais causas de absentismo no trabalho.

A tendinite define-se como uma inflamação de um tendão, enquanto a bursite é a inflamação de uma bursa. Estas condições provocam uma dor que pode ser incomodativa ou severa, ao ponto de impedir qualquer movimento do membro envolvido. Os tendões são a conexão dos músculos aos ossos. Estes permitem que os ossos se movimentam em várias direções pela simples contração muscular.

No entanto, os tendões, ligamentos, músculos e pele estão em constante movimento, deslizando sobre os ossos. Para facilitar esse movimento de deslizamento e proteger a articulação, existem uns pequenos sacos de gordura que atuam como almofadas, reduzindo o atrito entre as superfícies da articulação: as bursas.

Existem várias causas que dão origem às tendinites e bursites: estiramentos musculares no desporto, movimentos crónicos no trabalho ou então subluxações vertebrais e dos membros afetados. Em 90% dos casos onde há tendinite ou bursite, há também subluxação articular. A subluxação é o desalinhamento de uma articulação, que causa compressão nervosa e interferência na corrente elétrica, que vai do cérebro até aos órgãos e às extremidades. O movimento desequilibrado provocado pela subluxação, irá produzir um esforço agravado do tendão e da bursa, o que criará, a longo termo, inflamação e dor, assim como a incapacidade de movimento. Além disso, esta reduzirá a força, sensibilidade e regeneração dos tecidos envolvidos na inflamação limitando a recuperação a 100%.

No Centro Quiroprático Nova Vida, o exame quiroprático ajuda a identificar estas subluxações. Após um exame quiroprático da coluna vertebral, assim como um estudo biomecânico das radiografias, o quiroprático consegue identificar os pontos de interferências nervosas e definir um programa de correção para eliminá-las, visando aliviar a dor de forma mais permanente. A formação universitária do quiroprático, muito idêntica à do médico, permite-lhe distinguir a origem do sintoma e recomendar o paciente, caso possa existir outra causa para esses sinais irregulares transmitidos pelo corpo.

A quiroprática consegue, através de ajustamentos articulares e musculares, trazer uma biomecânica normal e fazer com que a inflamação seja debelada. O paciente sentirá um alívio e bem-estar, o que o levará a retomar as atividades desportivas preferidas. Se um destes sintomas faz parte do seu dia-a-dia, não hesite! Marque uma consulta no nosso Centro e perceba melhor como a quiroprática pode ajudá-lo!

Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

    HIERARQUIA DE VALORES

    Controlo ou equilíbrio emocional todos nós procuramos, consciente ou inconscientemente. Faz parte da função principal do nosso subconsciente, de um sistema interno que temos para nos manter sãos mentalmente! O desafio, por vezes, está em manter esse equilíbrio de uma forma mais constante e com menos altos e baixos. Esses altos e baixos são influenciados pelas alterações emocionais que muitas vezes estão relacionadas com a forma em como interpretamos as situações da vida, as decisões que tomamos e a nossa forma de agir perante os eventos que vão ocorrendo no nosso caminho de vida.

    Para melhor entendermos essas nossas reações, é primordial conhecermos a nossa Hierarquia de Valores! A Hierarquia de Valores é um conjunto de valores/prioridades em que mais damos importância e que estão diretamente relacionados com a nossa missão ou propósito de vida.

    Se gostava de sentir mais equilíbrio emocional, gerir melhor as várias áreas da sua vida e criar mais confiança e autovalorização em si e na toma de decisões de liderança, então participar no Workshop Hierarquia de Valores será uma mais-valia! Este Workshop ajudá-lo-á a descobrir a sua Hierarquia de Valores através de um exercício mental. É uma ferramenta que poderá levar sempre consigo e até utilizá-la para ajudar os seus familiares e amigos a encontrar a sua própria Hierarquia de Valores.

    Quando conhecemos melhor os outros, é mais fácil relacionarmo-nos com eles. Conhecer os Mais Altos Valores dos seus familiares, amigos e colegas de trabalho, irá certamente potenciar a ligação que tem com eles! Por isso, convidamo-lo a começar por si próprio e a viver a experiência!  

    Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

      ESCOLIOSE E POSTURA

      A nossa postura é o espelho da nossa coluna vertebral Existem vários indícios que nos ajudam a determinar se a coluna vertebral está saudável.

      É possível avaliar melhor o estado da coluna através da observação da postura, ou seja, de um rastreio postural. Em primeiro lugar, deve observar-se a inclinação da cabeça, dos ombros e da bacia. Depois examinam-se as várias rotações anormais do corpo.

      Cada vez mais famílias recorrem aos cuidados preventivos para os filhos. Na América do Norte, 64% das consultas são feitas a profissionais de saúde do ramo das medicinas naturais, estando a Quiroprática no topo da lista.

      Mais vale prevenir que remediar!

      Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

      ATENÇÃO À TENSÃO ARTERIAL ELEVADA!

      O seu coração está saudável? Os especialistas em cardiologia assinalam que 80% das mortes prematuras causadas por doença cardiovascular, podem ser evitadas. Há vários fatores que podem aumentar o risco de sofrer uma doença de este tipo, entre os quais estão o excesso de peso, o tabagismo, a falta de exercício físico, uma alimentação pouco saudável e desequilibrada, o abuso de álcool, problemas congénitos, os efeitos secundários produzidos pelos químicos ou medicamentos ou certas disfunções do sistema nervoso e coluna vertebral.

      Alguns dos sinais de alerta indicativos que pode estar a sofrer de uma doença cardiovascular são: dificuldade respiratória, ansiedade, dificuldade na gestão do stress, desequilíbrio nos valores da tensão arterial, palpitações, transpiração anormal, cansaço inabitual, diabetes ou colesterol elevado, apenas para mencionar alguns. O sistema nervoso é um sistema de feedback que nos avisa, através de sinais e sintomas, que o corpo está em desequilíbrio fisiológico. Este mesmo sistema controla todas as funções, tecidos e células do corpo humano.

      Para assegurar uma ótima saúde cardiovascular, é importante assegurarmo-nos que as ligações entre o nosso cérebro e o coração estão funcionais a 100%. A quiroprática é a profissão que ajuda a restabelecer a função do sistema nervoso, através de correções biomecânicas da coluna vertebral.

      O Centro Quiroprático Nova Vida tem como objetivo guiar os seus pacientes para que possam atingir um grau de saúde superior, a fim de ajudá-los a viver uma vida saudável e prolongada. Se um dos seus objetivos é melhorar a sua qualidade de vida, assim como aumentar a sua esperança de vida, marque uma consulta no nosso Centro ou junte-se a nós no próximo workshop e perceba melhor como a quiroprática pode ajudar!

      Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

        EXERCÍCIO E ALONGAMENTOS

        Poucos são os pacientes que chegam à nossa clínica com uma boa flexibilidade. Os músculos são tecidos responsáveis por movimentar o corpo através da contração e extensão das suas fibras. Durante anos e anos, brincamos, caímos e saltamos no período de infância; depois na adolescência, praticamos desporto, dançamos, nadamos e, finalmente entramos no mundo do trabalho e do stress onde agarramos em pesos, praticamos movimentos repetitivos e más posturas, só para mencionar alguns. Ao chegar ao consultório, 30, 40 ou 50 anos mais tarde, estamos cheios de problemas de saúde, contraturas, espasmos, tendinites, bursites, ruturas, hérnias discais, tudo provocado por uma fraca manutenção dos músculos, ossos e nervos. Os músculos têm duas funções: contrair e estender.

        A maioria dos nossos movimentos, nas nossas atividades diárias, são de contração dos músculos. Estas contrações crónicas encolhem os músculos e obrigam os ossos a aproximar-se no ponto articular, o que mais cedo ou mais tarde cria inflamação nos tendões e nas articulações provocando dores e doenças degenerativas. A função do alongamento é de dilatar as fibras musculares a fim de voltarem a uma posição neutra e saudável.

        5 Razões importantes para alongar:

        1. Flexibilidade é sinónimo de juventude! Na infância, somos todos flexíveis. Se quiser sentir-se jovem, alongue todos os dias, duas vezes, durante um período de 10 minutos.

        2. O trabalho e o desporto criam contraturas constantemente. Para evitar doenças degenerativas, acidentes ou traumas, prepare os seus músculos para a atividade física. Aproveite as pausas para alongar os músculos que mais utiliza durante o dia; assim permitirá uma maior resistência aos esforços evitando inflamações nos tendões.

        3. Músculos contraídos provocam uma limitação na circulação sanguínea. Se esta ação se mantiver de forma crónica, o sangue terá dificuldade em chegar ao coração, causando, mais cedo ou mais tarde a dilatação das veias e levando ao aparecimento de varizes. O alongar dos músculos estimula uma melhor circulação e permite uma maior flexibilidade das veias e artérias, resultando no retrocesso das varizes, caso estas não estejam em estado avançado.

        4. Todas as pessoas com artrose e osteoporose têm uma falta de movimento articular e flexibilidade. Para evitar o desenvolvimento da doença, deve iniciar um programa de alongamentos leve, onde poderá, gradualmente, ver o progresso e sentir-se aliviado(a) das dores.

        5. Uma das causas mais comuns das cirurgias às ancas, joelhos, hérnias discais, tendinites e bursites é a contratura muscular por falta de alongamentos. Caso não sinta alívio de dores ao alongar consulte um quiroprático, pois poderá existir uma componente articular e nervosa que terá de corrigir, antes de poder passar ao alongamento em casa.

        Tem dificuldade ou dores quando faz exercício físico? Quer saber como a quiroprática pode contribuir para a sua saúde muscular e articular? Faça uma avaliação postural sem custos no nosso Centro e perceba melhor a causa dos seus sintomas! Para saber mais, OUÇA O QUE A Dr.ª CÉLINE MARTIN explica sobre o tema e inscreva-se no nosso Workshop “Alongamentos”, desta vez presencial e acrescente anos à sua vida e vida aos seus anos! 

        Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

          DOR DE COSTAS, HÉRNIAS DISCAIS E CIÁTICA

          A dor de costas é a segunda causa mais frequente das visitas a um profissional de saúde, estimando-se que cerca de 70 a 80% da população mundial sofre deste problema, incluindo crianças.

          A dor é um sinal do nosso corpo para nos avisar que alguma coisa está a acontecer, que não está bem e que deve mudar. Existem várias causas para as dores de costas. Algumas podem iniciar por stress nos órgãos (por exemplo: pedra no rim, dor menstrual, gastrite) ou por stress psicológico. Mas as mais frequentes têm origem em alterações biomecânicas, como deformações congénitas (por exemplo: perna curta), excesso de peso ou traumas no sistema músculo-esquelético. No entanto, a hérnia discal é uma patologia do disco de cartilagem que está entre as vértebras da coluna.

          Os discos intervertebrais são estruturas de cartilagem formados por um núcleo central, protegido por um anel de fibras externas. Por vezes, o núcleo do disco sai em direção ao anel externo, ocasionando em vários casos irritação dos tecidos e estruturas adjacentes (por exemplo: pressão na medula espinhal, raízes nervosas ou estruturas ósseas) e dor intensa. A hérnia discal pode ocorrer em qualquer lugar da coluna vertebral, sendo mais comum na área cervical e lombar. A dor que provoca esta patologia discal tem tendência a irradiar para os braços ou pernas, causando dormências e formigueiros, braquialgia ou até a famosa dor ciática. A dor ciática, ou ciatalgia, é causada pela irritação ou compressão das raízes nervosas que formam o maior nervo que temos no corpo humano e que dá nome a esta dor: o nervo ciático. A ciatalgia está caracterizada por ser uma dor aguda e incomodativa.

          Normalmente, esta dor inicia-se na região lombar e por vezes estende-se pela parte posterior da bacia até a perna. Quanto maior é a irritação ou inflamação do nervo ciático, mais intensa é a dor e mais perto do pé chega. Mesmo assim, quando a inflamação do nervo é crónica, pode provocar perda de sensibilidade na pele, assim como perda de força muscular e de movimento na perna envolvida. No entanto, a dor de costas, a hérnia discal e a dor ciática podem ter uma origem comum: os desalinhamentos biomecânicos das articulações da coluna vertebral, também chamados subluxações vertebrais. Estes desalinhamentos irritam as raízes nervosas da coluna causando espasmos musculares e stresses assimétricos nos discos promovendo o deslocamento da cartilagem.

          Os traumas, os acidentes, as quedas, os esforços e movimentos repetitivos no trabalho, as más posturas e até mesmo o processo do parto, são causas comuns dos desalinhamentos das vértebras da coluna. No Centro Quiroprático Nova Vida, o exame quiroprático ajuda a identificar estas subluxações. Após um exame quiroprático da coluna vertebral, assim como um estudo biomecânico das radiografias, o quiroprático consegue identificar os pontos de interferências nervosas e planear um programa de correção para retirá-las e eliminar a dor de forma mais permanente. A formação universitária do quiroprático, muito idêntica à do médico, permite-lhe distinguir a origem do sintoma e recomendar o paciente, caso possa existir outra causa para esses sinais irregulares transmitidos pelo corpo.

          Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

            DOR DE CABEÇA, FORMIGUEIRO E DORMÊNCIA NAS MÃOS

            Estima-se que 9 em cada 10 pessoas terão algum tipo de dor de cabeça ao longo da vida e que 6 em cada 10 pessoas têm pelo menos um episódio de dor de cabeça por mês. Igualmente, mais de 100 000 pessoas consultam todos os anos um especialista para sintomas relacionados com as dormências e formigueiros nos braços e mãos.

            A dor é um sinal do nosso corpo para nos avisar que alguma coisa está a acontecer, que não está bem e que deve mudar.

            Existem várias causas para as dores de cabeça, formigueiros e dormências nos braços e mãos. No entanto, a causa mais comum é a tensão muscular e irritação dos nervos e vasos sanguíneos do pescoço. As vértebras cervicais (pescoço) podem desalinhar-se por estresses físicos e emocionais excessivos. Estes desalinhamentos, chamados subluxações vertebrais, irritam as raízes nervosas no pescoço e causam espasmos musculares e constrições, em alguns vasos que fornecem sangue ao cérebro e braços.

            Os traumas, os acidentes, as quedas, os esforços e movimentos repetitivos no trabalho, as más posturas e até mesmo o processo do parto são causas comuns dos desalinhamentos cervicais.

            No Centro Quiroprático Nova Vida, o exame quiroprático ajuda a identificar estas subluxações.

            Após um exame quiroprático da coluna vertebral, assim como um estudo biomecânico das radiografias, o quiroprático consegue identificar os pontos de interferências nervosas e planear um programa de correção para as eliminar e eliminar a dor de forma mais permanente. A formação universitária do quiroprático, muito idêntica à do médico, permite-lhe distinguir a origem do sintoma e recomendar o paciente, caso possa existir outra causa para esses sinais irregulares transmitidos pelo corpo.

            Se um destes sintomas faz parte do seu dia-a-dia, não hesite! Marque uma consulta no nosso Centro e perceba melhor como a quiroprática pode ajudá-lo!

            Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

              STRESS, ANSIEDADE E INSÓNIA

              Como lidar com o stress do dia-a-dia? O nosso dia-a-dia é preenchido de vários momentos de stress que obrigam o nosso corpo a estar, constantemente, em modo de sobrevivência. Este estado modifica a programação do cérebro, que por sua vez põe o corpo em tensão e preparado para a ação, limitando o processo inato de cura. A saúde é complexa e vem de dentro; é possível quando o corpo está a funcionar de uma forma ótima, no máximo da sua capacidade.

              No entanto, a qualidade da nossa saúde é influenciada pelo nosso estilo de vida e pelos nossos hábitos: como respiramos, comemos, bebemos, exercitamos, descansamos, pensamos, assim como pela boa função do nosso sistema nervoso. Os seres humanos têm uma inteligência inata que lhes permite evoluir de uma única célula, a seres de grande complexidade. Essa mesma inteligência é que cura o nosso corpo, mas só pode acontecer se permitimos que o organismo descanse adequadamente, entre outras coisas.

              Mas, o que é o descanso? O descanso é um momento de repouso, uma pausa suficiente que permite libertar o corpo de fadiga e stress tanto físico, químico como mental/emocional. Principalmente, o descanso permite mudar o funcionamento do cérebro para que entre em modo de regeneração. Uma forma de descanso é o sono noturno. Os especialistas em sono recomendam manter uma boa higiene de descanso, criar uma rotina relaxante antes de dormir, criar um ambiente que permita um descanso reparador e sem interrupção, e manter uma rotina de sono fixa.

              Mas o descanso não é meramente dormir, também se encontra quando ultrapassamos situações negativas e equilibramos a nossa mente e as nossas emoções. Algumas causas de desafios mentais-emocionais que provocam ansiedade e insónias são: a não aceitação de uma situação que está fora do nosso controle, o medo do que pode acontecer no futuro, a preocupação e o stress crónico. É por este motivo que, aprender a acalmar e equilibrar o pensamento, é imensamente importante.

              Uma boa rotina relaxante, que ajuda a criar um ambiente de descanso e a acalmar a mente, e também a prepararmo-nos para iniciar os passos da aceitação, é a meditação. A meditação é um exercício de respiração profunda, lenta e ritmada, que permite incrementar o controlo emocional, e está indicada para todas as idades! No estado de meditação, a mente tranquiliza produzindo maiores níveis de serotonina, dopamina e oxitocina, hormonas que permitem uma sensação de bem-estar, de conforto e de segurança. O estado de tranquilidade obtido por este processo ajuda o praticante a relaxar, dando-lhe a possibilidade de ter mais consciência do caminho a seguir para atingir o equilíbrio pretendido.

              Conhece alguma técnica de meditação? Sabe como pode melhorar a função do seu sistema nervoso? Quer melhorar a sua qualidade de vida? Consiga uma saúde plena, mudando o seu estilo de vida para reduzir o stress e mal-estar, e assim equilibrar o seu corpo! Modifique a programação do seu cérebro e permita que entre em modo de saúde. Marque uma consulta no nosso Centro e perceba melhor como a quiroprática pode ajudá-lo! 

              Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                LIBERTAR O GIGANTE INTERIOR

                Libertar o gigante interior é um SEMINÁRIO onde encontrará soluções simples e poderosas para os desafios do dia-a-dia. Terá a possibilidade de descobrir uma nova perspetiva sobre os acontecimentos da vida e compreender o porquê de cada um deles.

                O Dr. Neil Violante transmitirá neste dia de treino e formação parte do culminar de 25 anos de estudos interdisciplinares, a fim de capacitar o lecionado de uma nova metodologia e princípios em comportamento humano para sentir-se mais confiante e preparado para resolver situações de stress. Quer interprete que o seu desafio está enraizado no medo, na depressão, na baixa autoestima, na culpa, na tristeza ou na ansiedade, quer seja uma situação pessoal ou profissional, será ensinado como transformar o que considera estar a obstruir o seu caminho de vida numa situação de autoajuda e, assim, desenvolver o seu verdadeiro potencial melhorando todas as áreas da sua vida.

                No SEMINÁRIO – Libertar o gigante interior irá aprender a:

                • Determinar o que realmente o inspira e porquê
                • Aumentar a sua capacidade de liderança e de influenciar os outros
                • Diferenciar a autovalorização da autoestima
                • Dissolver emoções voláteis que estão a influenciar a sua vida com o Método Demartini
                • Superar as suas limitações na criação de riqueza • Lidar com a perda, a tristeza, a depressão e a raiva
                • Aliviar a tensão com outros e construir relacionamentos mais fortes
                • Definir, planear e alcançar os seus objetivos tão desejados
                • Viver uma vida inspirada, realçando a sua missão de vida

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                SISTEMA IMUNITÁRIO!

                Um dos pilares essenciais para uma saúde ideal é um sistema imunológico forte e flexível que nos ajuda a adaptar aos diferentes desafios que enfrentamos ao longo dos anos.

                Mas, a saúde ideal vem de fora ou de dentro? Qual é a diferença entre não ficar doente e ser saudável? Devemos  evitar germes ou criar  um ambiente forte  para nos proteger dos agentes patogénicos?  

                A saúde vem de dentro, e é possível quando todas as partes do nosso corpo estão a funcionar no máximo das suas capacidades, respeitando os sete elementos essenciais da saúde: saber respirar, comer, beber, fazer exercício, descansar, pensar e tenha um sistema nervoso em ótimas condições!  

                O sistema imunológico é o órgão que nos protege, são as nossas defesas. Este sistema é extremamente complexo e funciona dirigido pelo sistema nervoso central (https://youtu.be/FDLWGdAdTZI ) e é formado por várias barreiras de proteção, cada uma mais sofisticada do que a anterior;   inclui:  a pele,  as membranas mucosas,  o nosso microbioma e as diferentes células imunitárias, entre as quais estão os  famosos glóbulos brancos e anticorpos.   

                Mas, além  das barreiras protetoras,  temos outras formas de  combater os agentes patogénicos  e manter-nos seguros?  Sim! 

                Um dos primeiros mecanismos de defesa que o sistema imunológico ativa, enfrentando um desafio, é a febre. Esta reação tão inteligente do corpo serve para destruir os agentes potencialmente perigosos para o nosso corpo, visto que a maioria dos agentes malignos não pode sobreviver quando a nossa temperatura sobe acima do valor normal de 36,6 graus Celsius.

                Outra reação saudável é a inflamação.   A inflamação é ativada quando algo danifica as nossas   células.   Esta reação é de importância vital, porque permite “amarrar” a área, protegê-la e trazer mais sangue para esta mesma área, limpá-la e curá-la. Dependendo do tipo de ferida, a inflamação pode durar vários dias, semanas ou mesmo vários anos.  

                O que acontece neste caso? Como pode melhorar o funcionamento do seu sistema imunitário?   Através da alimentação?   Exercício?    Descanso adequado?   Bom funcionamento do sistema nervoso? Estará o seu sistema imunológico está enfraquecido? Gostaria de conhecer as alternativas naturais mais eficazes para estimular o bom funcionamento do sistema imunitário?  Sabe como os profissionais de quiroprática podem ajudar a aumentar o seu potencial imunológico?    

                Marque uma consulta no nosso Centro e compreenda melhor como a quiroprática pode ajudar!

                A IMPORTÂNCIA DA QUIROPRÁTICA NA NOSSA VIDA!

                Todos desejamos viver muitos anos com saúde e com a máxima qualidade de vida. Mas, como é isso possível?

                O ser humano tem saúde, quando todas as partes do seu corpo estão a funcionar ao máximo das suas capacidades. Isso só é possível se respeitarmos os sete elementos essenciais da saúde: saber respirar, comer, beber, exercitar, descansar, pensar e ter um sistema nervoso em ótimas condições.

                Todos os sistemas do nosso corpo estão ligados entre si. Como? Mediante o sistema nervoso!

                O sistema nervoso é formado pelo cérebro, a medula espinhal e as suas ramificações nervosas (os nervos) que podem atingir 70 km de longitude e chegam até cada célula e órgão do nosso corpo criando uma ligação, uma conexão com o cérebro.

                Este sistema nervoso está protegido pelo crânio e pela coluna vertebral. Mas, por vezes, com certos traumas, acidentes, quedas, más posturas e movimentos repetitivos, as articulações do crânio e da coluna deslocam-se de forma subtil e iniciam uma patologia chamada subluxação vertebral. Por sua vez, esta subluxação vertebral comprime as raízes nervosas e interfere na comunicação entre o cérebro e os nossos órgãos, causando, a médio e longo prazo, deficiência nas áreas afetadas, podendo chegar até a um estado de doença.

                Em termos simples, a coluna vertebral é como se fosse o “quadro elétrico” do nosso corpo e cada uma das suas articulações fossem um fusível. Os nervos espinais seriam os fios elétricos que conectam cada fusível com cada um dos nossos órgãos. Uma subluxação vertebral equivale a um fusível que está desligado, impedindo que a corrente elétrica chegue até ao eletrodoméstico (i.e. o órgão).  Esta falta de circulação acabará por criar sinais e sintomas no órgão afetado (arritmia, asma, obstipação, constipações frequentes, infertilidade, problemas de tiróide…) assim como algumas disfunções mecânicas (hérnias discais, ciática, tendinite, artrose, dores musculares/articulares, dores de cabeça…).

                Podemos exemplificar:

                Um jovem está a jogar à bola e leva um empurrão que o obriga a cair. Sem grandes ferimentos, o jovem levanta-se, mas não se apercebe que a vértebra D2 se desalinhou do posicionamento normal. Uns dias mais tarde, o jovem começa a queixar-se de dificuldades respiratórias, faz todos os exames tradicionais e nada se encontra. O problema continua e, um mês mais tarde, é-lhe diagnosticada asma e começa a usar bomba para aliviar os sintomas. É obrigado a deixar o seu desporto preferido, pois agora o corpo não consegue suportar as exigências respiratórias deste desporto.

                O que aconteceu aqui? Com a queda, o jovem provocou um “desalinhamento” na área da coluna (subluxação) que impede uma comunicação normal e eficiente entre o cérebro e os pulmões, impedindo-os de receber a corrente necessária para uma normal dilatação.

                A quiroprática é profissão de saúde, por excelência, que cuida da coluna vertebral libertando-a de interferências e permitindo a ótima comunicação entre o cérebro e os órgãos.  Com manobras suaves e seguras (ajustamentos), o quiroprático restabelece o bom funcionamento do sistema nervoso, através da correção postural e biomecânica da coluna. Assim, os pacientes que recebem tratamentos quiropráticos regularmente terão o potencial necessário para viver uma vida longa e desfrutar de uma maior qualidade de vida.

                Será que está ligado a 100%? Faça uma avaliação postural sem custos no nosso Centro e perceba melhor a causa dos seus sintomas.

                 

                 

                OS PRÓS E OS CONTRAS DA VACINAÇÃO

                Sabemos que o tema VACINAÇÃO não é consensual e cada vez mais se levantam dúvidas quanto aos seus benefícios. A Drª Céline Martin, enquanto especialista de saúde mas acima de tudo mãe de quatro filhos, não pretende de forma alguma influenciar, mas sim partilhar o seu conhecimento e estudos acerca do tema, permitindo aceder a um conjunto de informação científica que fundamente e capacite todos os pais para uma escolha consciente.

                O QUE VAI APRENDER NO WORKSHOP SOBRE O TEMA:

                • Aprofundar os conhecimentos sobre a vacinação e os vários tipos de vacinas utilizadas no sistema de saúde atual;

                • Noções de imunidade – quais as doenças infantis das quais alegadamente as vacinas nos “protegem”;

                • Formas de se proteger naturalmente e como pudemos eliminar os efeitos colaterais negativos das vacinas.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                DEPRESSÃO, ANSIEDADE E INSÓNIAS

                Sente-se stressado? Está constantemente preocupado, ansioso? Tem falta de memória? Não consegue dormir bem? Por vezes sentimo-nos mais em baixo e não sabemos bem o porquê…para alguns, pode ser a chama que nos animava que começou a apagar-se. Para outros pode ser uma situação em casa, na escola ou no trabalho que temos dificuldade em aceitar. Não alterando este processo mental, mais cedo ou mais tarde entraremos num estado emocional que poderá nos levar à depressão, à ansiedade ou mesmo às insónias. O Workshop “Como deixar de sofrer com Depressão, Ansiedade ou Insónias” foi concebido para ajudar os participantes a entenderem, de uma forma muito simples e fácil, as várias causas possíveis da depressão, da ansiedade e das insónias. Apresentam-se também soluções e recomendações adequadas a cada uma das causas para facilitar o início do procedimento para um equilíbrio mental e emocional.

                *Essa palestra serve para informar os participantes das várias opções possíveis sem, todavia, substituir qualquer tratamento que possam estar presentemente a seguir.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                O SISTEMA IMUNITÁRIO

                Sabia que estudos que mediram o efeito dos ajustamentos quiropráticos no sistema imunológico, demonstraram que a Quiroprática pode influenciar a contagem de linfócitos T e B, o número de células NK, os níveis de anticorpos, a atividade fagocítica e os níveis plasmáticos de beta-endorfina? A inteligência que criou o nosso corpo cura o nosso corpo! Este é um dos princípios fundamentais da quiroprática. Particularmente no período que atravessamos, esta informação é muito relevante. A primeira estrutura formada é o sistema nervoso, seguido pelos outros sistemas do corpo (circulatório, respiratório, digestivo…). Sendo o sistema nervoso (cérebro, medula espinal e nervos), o sistema mestre do corpo humano, é importantíssimo assegurar-se que ele funciona em pleno. ENTÃO QUAL É O OBJETIVO PRINCIPAL DO QUIROPRÁTICO? Libertar a energia na coluna vertebral através da correção das disfunções biomecânicas da coluna, permitindo assim ao poder inato do corpo de auto curar-se.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                A IMPORTÂNCIA DA DOR

                Ocasionalmente, vivemos experiências na vida que nos trazem a DOR e que, preferencialmente, seria uma experiência que gostaríamos de evitar! A dor tanto pode ser de origem física como psicológica mas, qualquer que seja a sua origem, a sua função é vital. A dor tem como propósito alertar-nos que algo está errado e que devemos urgentemente optar por outro comportamento se quisermos manter o nosso organismo num estado são. O que devemos fazer quando temos uma dor? Quem devemos consultar quando temos uma dor? De facto, nem todas as pessoas sabem distinguir a causa da dor ou como remediar a situação e, por isso, existem especialistas para nos ajudar. O apoio e a orientação são importantíssimos e isto deve ser conjugado com as recomendações de um profissional de saúde competente. Na nossa opinião, a competência deve medir-se pela capacidade que o profissional tem de escutar o paciente nas suas necessidades e de lhe oferecer uma solução que tratará de resolver a causa da dor e não só o alívio. Neste blog, o Dr. Neil Violante ensina como saber agir nestas situações.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                O SISTEMA NERVOSO

                Está ligado? O ser humano tem saúde quando todas as partes do seu corpo estão a funcionar no máximo das suas capacidades. Para isso ser possível, é preciso respeitarmos os sete elementos essenciais da saúde que são: o saber respirar, comer, beber, exercitar, descansar, pensar e, em último lugar, mas de extrema importância, ter um sistema nervoso em ótimas condições. O sistema nervoso é composto por cérebro, medula espinal e ramificações nervosas que se espalham da medula espinal para todo o corpo, ligando o cérebro aos vários órgãos do corpo. Este sistema nervoso está protegido pelo crânio assim como pela coluna vertebral. Por vezes, com certos traumas, acidentes, quedas, más posturas e movimentos repetitivos, as articulações do crânio e da coluna deslocam-se de forma subtil e iniciam uma patologia a que chamamos a subluxação vertebral. Nesse momento, uma compressão das raízes nervosas é sentida e a comunicação entre o cérebro e os nossos órgãos  é limitada, causando, a curto ou longo prazo, deficiências nas áreas afetadas, até mais tarde chegarmos a um estado de doença.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                A IMPORTÂNCIA DE UMA ALIMENTAÇÃO ALCALINA

                O ditado diz que somos o que comemos! Mais de 50% da população vive com um corpo ácido o que provocará, a longo termo, um ambiente propício a doenças auto-imunitárias, a doenças osteoarticulares assim como, em casos extremos, ao cancro. Venha saber mais no nosso workshop sobre o tema, já no próximo dia 6 de Fevereiro, em Leiria, onde será informado e inspirado a fazer algumas alterações que poderão aumentar a sua esperança de vida de 10 anos! O equilíbrio nutricional, assim como o efeito de certos alimentos sobre a nossa forma física e saúde, serão abordados ao longo deste tema. Soluções naturais serão também dadas no que diz respeito a certas doenças do sistema gastrointestinal como as úlceras, a azia, as pedras da vesícula biliar, a obstipação, as pedras nos rins e muito outras mais !

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                ALIMENTOS QUE EVITAM AS DOENÇAS E AS DORES

                Mais de 50% da população vive com um corpo ácido o que provocará, a longo prazo, um ambiente propício a doenças auto-imunitárias, a doenças osteoarticulares assim como, em casos extremos, ao cancro. Os alimentos que ingerimos são processados de forma a manter constantemente um equilíbrio acido-básico no nosso organismo. Os alimentos ditos saudáveis (vegetais, frutos, cereais não refinados…) trazem pouco stress à digestão. Porém, a alimentação baseada em alimentos de fonte animal, assim como em alimentos refinados cria no organismo um ambiente dito ácido que acaba por ser um stress intenso para a digestão. Este stress fisiológico imputado ao organismo acaba por trazer ao indivíduo que pratica esta alimentação desequilibrada consequências desagradáveis como a fadiga crónica, a indigestão, a flatulência, as úlceras gástricas / intestinais, os pólipos, os cálculos na vesícula e nos rins, a obstipação, as infeções urinárias frequentes, o excesso de ácido úrico, as artroses, a osteoporose, só para nomear algumas. O objetivo do quiroprático é assegurar-se que não só a parte física do corpo está em bom funcionamento mas também detetar os desequilíbrios químicos ou alimentares do paciente. Esta abordagem garante uma recuperação rápida e ajuda o paciente a manter uma vida saudável e duradoura. 

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                 VIDA SAUDÁVEL SEM MEDICAMENTOS

                Há 30 anos sem recorrer à medicação “química” apesar de várias vezes ter tido alguns episódios de doença ou dor, como qualquer ser humano vive ao longo da vida. Qual é o meu segredo? Explorar as alternativas naturais que existem na área da saúde e manter um equilíbrio físico, mental, emocional e nutricional no dia-a-dia.
                O sistema nervoso controla todas as funções do corpo humano, inclusive o sistema imunitário. Quando cuidamos da coluna vertebral através dos ajustamentos quiropráticos, maximizamos o funcionamento normal dos vários sistemas do corpo, assim lhe dando a resistência necessária para ele combater qualquer micróbio introduzido no corpo. O segredo está em aumentar a resistência do corpo e não na destruição dos micróbios!

                Já alguma vez pensou porque é que um familiar tem uma gripe e o outro não? Todos na casa são expostos aos mesmos micróbios mas só alguns manifestam os sintomas. A cura é sempre feita de dentro para fora e nunca de fora para dentro!

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                A DOR CIÁTICA

                A dor ciática tem o seu nome por ter origem no maior nervo que existe no corpo humano: o nervo ciático. Esta dor caracteriza-se por ser uma dor forte e aguda, que se inicia muitas vezes na zona lombar e que se desenvolve especificamente na parte posterior da bacia e da perna. Quanto mais inflamado estiver o nervo, mais intensa será a dor e mais perto do pé ela chegará. Em casos crónicos, a inflamação do nervo ciático poderá provocar uma perda de sensibilidade na pele, assim como uma perda de força motora na respetiva perna.

                Existem várias causas possíveis que dão origem à inflamação deste nervo, mas a mais comum é a causa biomecânica por compressão dos ossos, dos músculos ou dos discos intervertebrais. A causa postural ou biomecânica poderá ter origem num traumatismo ou simplesmente nos stresses físicos ao longo de uma vida, tais como as más posturas ou movimentos repetitivos no trabalho.
                As subluxações vertebrais são as causas biomecânicas mais comuns da ciatalgia e traduzem-se pelo desalinhamento das vértebras acompanhado por uma irritação dos nervos adjacentes. No caso da dor ciática, a zona envolvida será principalmente a lombar e a da bacia.
                Através do ajustamento da coluna vertebral, o doutor de quiroprática irá corrigir o desalinhamento que provoca o stress no osso, no músculo, no disco intervertebral, assim como nos nervos envolvidos. O ajuste resultará num alivio permanente, pois a causa do problema é corrigida e não apenas aliviada. Caso não seja corrigido, o problema agravar-se-á ao ponto de perder as funções normais da perna, assim como as funções dos vários órgãos (intestinos, bexiga, próstata, útero, etc) controlados pelos mesmos nervos envolvidos.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                HÉRNIAS DISCAIS

                As hérnias discais ocorrem quando as cartilagens que protegem os ossos da nossa coluna vertebral, saem do anel externo em direção ao canal espinal, provocando pressão sobre os discos. O que acontece é que a cartilagem, ao migrar para a parte lateral ou posterior da coluna, irá ocupar o espaço de onde sai a raiz nervosa e provocar uma dor forte na zona associada, ou até mesmo criar uma dor ciática (se for na parte lombar, por exemplo). Se for na parte cervical, a hérnia discal irá comprimir as raízes nervosas ou a medula e provocar uma dor forte no pescoço, impedindo muitas vezes de virar a cabeça de um lado para o outro e provocar uma dor que pode descer pelo pescoço abaixo, impedindo de movimentar ou trabalhar.  Isto acontece de uma de duas formas, uma mais aguda e espontânea, provocada por exemplo por um excesso de peso levantado ou por um esforço exagerado, quer seja no trabalho ou no desporto. A segunda, a causa mais comum, é a causa crónica que, por sua vez, é de origem biomecânica, em que a pessoa teve traumas repetidos ao longo da vida (acidentes, más posturas, quedas, entre outros) que provocaram desalinhamentos na coluna vertebral, provocando um desnivelamento das vértebras e a consequente pressão sobre os discos e saliência destes.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                COLOQUE UM PONTO FINAL DAS SUAS DORES DE COSTAS!

                Sofre de problemas de saúde ou de dores de costas? Está cansado de correr especialistas e terapeutas sem resultado?
                Se respondeu sim a estas perguntas, este vídeo contém informação importante para resolver o seu problema de saúde.
                As suas queixas não devem ser ignoradas pois um estudo, publicado no European Journal of Pain, demonstrou que as pessoas que reportam dores na coluna têm um risco de mortalidade 13% mais elevado.
                Esta descoberta é significativa e preocupante, relata o Professor universitário, Paulo Ferreira, pois a maioria da população acredita que as dores de costas não são um problema que ponha em causa um risco de vida.

                Existem várias formas de aliviar as dores de costas, algumas mais comuns do que outras como a cirurgia, a medicação, as infiltrações, a massagem, as compressas de calor ou de gelo para mencionar algumas. Na realidade, estas formas de tratar as dores de costas poderão ajudar durante algum tempo mas raramente irão resolver ou corrigir, de forma definitiva, a causa real do problema. Deve sempre avaliar-se o risco de alguns procedimentos, pois algumas destas formas de tratamento podem trazer consequências negativas irreversíveis.

                Para mais informação contacte-nos e saiba a data dos nossos próximos workshops de saúde.

                 

                10 RAZÕES PARA OS PAIS RECORREREM À QUIROPRÁTICA NAS CRIANÇAS

                Ao longo de 3 vídeos, a Dr.ª Céline Martin aborda a relevância da quiroprática na saúde infantil, desde o nascimento até à idade de jovem adulto.

                Especialista em Quiroprática Pediátrica, este terceiro registo refere as 10 principais razões para os pais recorrerem a esta área da saúde, para assegurarem e prevenirem a saúde e bem-estar dos seus filhos.

                 

                A QUIROPRÁTICA NA INFÂNCIA

                Quando se fala de saúde, pode colocar-se a seguinte pergunta:

                QUAL A VANTAGEM DE RECORRER AO QUIROPRÁTICO PARA O MEU FILHO?

                Quando existe um desalinhamento de uma ou mais vértebras chamado subluxação, o organismo inicia um processo de alteração que muitas vezes degenera em doença. Como é que uma criança perde o alinhamento natural e desenvolve as ditas subluxações?

                Existem várias causas: o parto, muitas vezes traumático, as inúmeras quedas que uma criança dá até aos 5 anos, sem falar das lesões derivadas da prática do desporto. Quando afetado pelas subluxações, o corpo envia-nos vários sinais de alerta. Os sinais mais comuns nas crianças são:

                Dores nas articulações ou musculares (dores de “crescimento”), falta de concentração, otites, cólicas, obstipação, asma e dificuldades respiratórias, falta de coordenação, má postura, sistema imunitário fraco e enurese (chichi na cama).

                A maioria das famílias que frequenta um quiroprático relata ter mais energia, uma saúde recuperada e menos dependência no que diz respeito a medicamentos.

                É comum ouvir os pais dizer que desde que os filhos iniciaram os ajustamentos quiropráticos, ficam doentes com menos frequência, com menos gravidade, têm menos infeções de ouvidos e tomam menos (ou nenhuns) antibióticos e outros medicamentos que os seus colegas de turma.

                 

                A QUIROPRÁTICA PARA UMA GRAVIDEZ MAIS FÁCIL E UM NASCIMENTO MAIS SEGURO

                Cada vez mais os cuidados quiropráticos estão a tornar-se uma parte importante da preparação para o parto para muitas mulheres grávidas.

                As mamãs estão a perceber os benefícios dos ajustamentos quiropráticos regulares, enquanto se preparam para um parto mais seguro e mais fácil para si e para os seus bebés.

                Os quiropráticos têm cuidado de mulheres grávidas há já muitos anos, no entanto, recentemente, com o aumento do interesse no parto natural e com um esforço para se evitarem cesarianas, um número crescente de mães integra a quiroprática na sua preparação pré-natal.

                Para entender como o tratamento quiroprático pode contribuir para um nascimento melhor, é importante olhar para a biomecânica da mãe e do bebé durante a gravidez. Com o aumento de peso, o centro de gravidade da mãe desloca-se do seu ponto habitual, o que obriga a certas compensações posturais para responder em conformidade. Além disso, a hiperelasticidade dos ligamentos necessária para o parto contribui para a instabilidade em todas as suas articulações, incluindo a coluna vertebral e a pélvis. O desalinhamento da pélvis provoca um aumento na tensão dos ligamentos do útero, o que explica o porquê de algumas mulheres sentirem sensibilidade mais de um lado do que do outro.

                A restrição intra-uterina pode criar uma torção no útero, limitando o espaço disponível para o bebé em desenvolvimento, o que pode inibir o desenvolvimento da coluna vertebral do bebé.