A dor ciática e a sua causa

A dor ciática tem o seu nome por ter origem no maior nervo que existe no corpo humano: o nervo ciático. Esta dor caracteriza-se por ser uma dor forte e aguda, que se inicia muitas vezes na zona lombar e que se desenvolve especificamente na parte posterior da bacia e da perna. Quanto mais inflamado estiver o nervo, mais intensa será a dor e mais perto do pé ela chegará. Em casos crónicos, a inflamação do nervo ciático poderá provocar uma perda de sensibilidade na pele, assim como uma perda de força motora na respetiva perna.

Existem várias causas possíveis que dão origem à inflamação deste nervo, mas a mais comum é a causa biomecânica por compressão dos ossos, dos músculos ou dos discos intervertebrais. A causa postural ou biomecânica poderá ter origem num traumatismo ou simplesmente nos stresses físicos ao longo de uma vida, tais como as más posturas ou movimentos repetitivos no trabalho.

As subluxações vertebrais são as causas biomecânicas mais comuns da ciatalgia e traduzem-se pelo desalinhamento das vértebras acompanhado por uma irritação dos nervos adjacentes. No caso da dor ciática, a zona envolvida será principalmente a lombar e a da bacia.

Através do ajustamento da coluna vertebral, o doutor de quiroprática irá corrigir o desalinhamento que provoca o stress no osso, no músculo, no disco intervertebral, assim como nos nervos envolvidos.

O ajuste resultará num alivio permanente, pois a causa do problema é corrigida e não apenas aliviada. Caso não seja corrigido, o problema agravar-se-á ao ponto de perder as funções normais da perna, assim como as funções dos vários órgãos (intestinos, bexiga, próstata, útero, etc) controlados pelos mesmos nervos envolvidos. Em suma, estas são as três causas possíveis para a dor ciática:

    1. Compressão dos nervos por subluxações vertebrais ao nível das articulações lombares L3, L4 e L5;
    2. Hérnia discal, devida à compressão dos nervos da mesma região lombar por uma inflamação ou deslocamento do disco intervertebral;
    3. Compressão muscular ao nível da bacia, por onde passa o nervo ciático.

As três causas referidas podem surgir por várias razões.Uma manutenção física da nossa estrutura biomecânica é essencial ao longa da vida e a maior parte das pessoas não tem noção deste facto. Por isso, a falta de alongamentos musculares, de ajustamentos articulares e de uma boa postura são as causas mais importantes e comuns. Acrescem as quedas, os traumatismos e acidentes (desporto, carro, bicicleta, parto, etc), assim como os movimentos repetitivos no trabalho e o stress, como outras possíveis causas.

A função do Quiroprático é a de detetar a origem neuro-musculo-esquelética da dor e, após um exame e uma análise biomecânica, encontrar o melhor tratamento possível a fim de corrigir a causa da dor. O tratamento é simples e indolor e não necessita de cirurgia ou de medicação.